Domingo 14 Agosto 2022

COBOL significa: COmmon Business Oriented Language, isto é, Linguagem Comum Orientada para o Comércio (ao contrario do FORTRAN, nascido mais ou menos na mesma época, para aplicações cientificas).

O Cobol é um subconjunto de palavras da língua inglesa, ou seja, um número limitado de palavras inglesas sujeita a uma sintaxe própria. É uma linguagem que lida com problemas comerciais, envolvendo arquivos de dados de apreciáveis proporções (Seqüências/VSAM/Banco de dados DB2). Esses arquivos utilizam áreas chamadas ‘Buffers’.

A aplicação do cobol vai desde os grandes computadores (MAINFRAME)  à  microcomputadores e em diversos ambientes operacionais, as principais diferenças entre COBOL para grande e pequeno porte, estão no tratamento de arquivos e na comunicação entre usuários e sistemas.

O COBOL é uma linguagem de alto nível, isto significa que é voltada para linguagem humana. Para que a máquina entenda o que esta escrito no programa, devemos transformá-la em linguagem de baixo nível, para que as instruções sejam executadas na máquina, para isso, usamos um COMPILADOR COBOL, que irá traduz os comandos de alto nível para linguagem de máquina, gerando assim os módulos objetos, que com ajuda de um LINKEDITOR será gerado um módulo executável.

Principais características:

  • Independência de tipos de equipamentos (entre MAINFRAME);
  • Acesso rápido a arquivos e bases de dados;
  • Atualização rápida de arquivos e bases de dados;
  • Geração de uma grande quantidade de informações;
  • Saída com um formato compreensível ao usuário;
  • Facilidades de aprendizado;
  • Facilidade de escrita;
  • Manutenção simplificada;
  • Diminuição das instruções para gerar o programa;
  • Fácil documentação de programas (estruturado);
  • Facilidade para correção e depuração de programas.

O COBOL é geralmente a linguagem escolhida em cálculos financeiros por suportar aritmética inteira aplicada a números muito grandes (milhões, bilhões etc) ao mesmo tempo que é capaz de lidar com números muito pequenos como frações de centavos. Outra característica é a formatação, classificação e geração de relatórios.

Porque Cobol?

  • Cobol e fácil de programar e pode ser entendido por administradores/executivos;
  • 70% das aplicações comerciais em uso são escritas em Cobol;
  • Estima-se que 2 milhões de pessoas estão atualmente trabalhando com COBOL;
  • 95% de todas as transações em caixas eletrônicos usam COBOL;
  • COBOL potencializa 85% de todas as transações comerciais diárias processadas;
  • 1,5 milhão de novas linhas de código COBOL são escritas todos os dias;
  • 5 bilhões de linhas de novo código COBOL são desenvolvidas todos os anos;
  • O investimento total em tecnologias COBOL, equipe e hardware é estimado em US$ 5 trilhões.

Fontes: Grupo Aberdeen; coss-solutions.nl

Assista o vídeo!