Quarta, Dezembro 13, 2017

EXIT PROGRAM, STOP RUN, GOBACK e CANCEL

 

As declarações a seguir afetam o estado de um arquivo de forma diferente:

  • Uma instrução EXIT PROGRAM não altera o status de nenhum dos arquivos em uma unidade de execução, a menos que:
    • O programa de emissão do programa de saída tem o atributo inicial. Se ele tiver o atributo INITIAL, todos os arquivos internos definidos nesse programa serão fechados.
    • Uma instrução EXIT PROGRAM com a frase AND CONTINUE RUN UNIT é emitida no programa principal de um grupo de ativação * NEW. Nesse caso, o controle retorna do programa principal para o chamador, o que, por sua vez, faz com que o grupo de ativação * NEW termine, fechando todos os arquivos com escopo para o grupo de ativação.
  • Uma instrução STOP RUN retorna o controle para o chamador do programa no limite de controle mais próximo. Se este for um limite de controle rígido, o grupo de ativação (unidade de execução) terminará e todos os arquivos com escopo para o grupo de ativação serão fechados.
  • Uma instrução GOBACK emitida a partir de um programa principal (que está sempre em um limite de controle rígido) se comporta da mesma forma que a instrução STOP RUN. Uma instrução GOBACK emitida a partir de um subprograma se comporta da mesma forma que a instrução EXIT PROGRAM. Isso não muda o status de qualquer um dos arquivos em uma unidade de execução a menos que o ILE COBOL programa de emissão do GOBACK tem o atributo inicial. Se ele tiver o atributo INITIAL, todos os arquivos internos definidos nesse programa serão fechados.
  • Uma instrução CANCEL reinicia o armazenamento que contém informações sobre o arquivo interno. Se o programa tiver arquivos internos que estão abertos quando a instrução CANCEL é processada, esses arquivos internos são fechados quando esse programa é cancelado. O programa não pode mais usar os arquivos a menos que os reabra. Se o programa cancelado é chamado novamente, o programa considera o arquivo fechado. Se o programa abre o arquivo, uma nova vinculação ao arquivo é estabelecida.
  • Uma instrução TERMINATE é uma característica escritor COBOL Report. Termina o processamento nos nomes de relatório fornecidos.

 

A Historia do cobol

A Historia do cobol

COBOL significa Common Business Oriented Language, isto é, Linguagem Comum Orientada para o Comércio. O Cobol é um subconjunto de palavras da língua inglesa, ou seja, um número limitado de palavras inglesas sujeita a uma sintaxe própria. É uma linguagem que lida com problemas comerciais, envolvendo arquivos de dados de apreciáveis proporções (Seqüências/Vsam/Banco de dados DB2).   História: Criado por um comitê de investigadores de várias instituições civis e governamentais durante o segundo semestre de 1959. As especificações eram em grande parte inspiradas na linguagem de programação FLOW-MATIC inventada pela Grace Hopper - referida como "a mãe da língua COBOL." Em 8 de abril de...

Vagas

Em breve estaremos divulgando vagas de COBOL/CICS/DB2

Camisetas

IDENTIFICATION DIVISION

IDENTIFICATION DIVISION: Possui informações documentais, como nome do programa, quem o codificou e quando essa codificação foi realizada.    PROGRAM-ID nome do programa. (Obrigatório) AUTHOR nome do desenvolvedor. (Obrigatório) INSTALLATION nome da empresa ou local de geração do...

ENVIRONMENT DIVISION

ENVIRONMENT DIVISION: é a segunda divisão de um programa COBOL. Descreve o computador e os periféricos que serão utilizados pelo programa, fazendo ligação com o ambiente operacional onde o programa...

DATA DIVISION

DATA DIVISION: É a terceira divisão de um programa COBOL, descreve os arquivos de entrada e saída que serão usadas pelo programa. Também define as áreas de trabalho e constantes...

PROCEDURE DIVISION

PROCEDURE DIVISION: Contém o código que irá manipular os dados descritos na DATA DIVISION. É nesta divisão que o desenvolvedor descreverá a lógica do programa. Consiste em instruções executáveis ​​usando...

Comandos