Quarta, Dezembro 13, 2017

SET atribui um valor a uma referência COBOL.

>>-SET--reference--TO--+-reference-+--;------------------------><
                       +-literal---+      
                       '-TRUE------'      

 

reference

Um válido z/OS Debugger referência COBOL.

literal

Uma constante literal numérica COBOL válida.

 

TRUE

O valor atribuído a um nível-88 COBOL reference.

 

Notas:

  • Para Enterprise COBOL para z/OS Versão 5, não é possível SET para definir um índice com um item de dados não-inteiro (por exemplo, PIC 9v9).
  • Para Enterprise COBOL para z/OS Versão 5, você pode definir um ponteiro para o endereço de uma matriz. O ponteiro é definido para o início da matriz.
  • Você pode atribuir o valor TRUE apenas um nível de 88 COBOL reference.
  • Se z/OS depurador foi iniciado devido a uma condição computacional ou uma atenção interromper, usando uma atribuição para definir uma variável pode não dar os resultados esperados. Isto é devido à incerteza de valores de variáveis ​​dentro de declarações em oposição aos seus valores em limites de declaração.
  • SET Atribui um valor apenas a um único receptor; Diferentemente de COBOL, variáveis ​​de receptor múltiplas não são suportadas.
  • Somente os formatos 1, 4 e 5 do COBOL SET são suportados.
  • Os nomes de índice só podem ser variáveis ​​de OCCURS.
  • COBOL ADRESS OF identificador é suportado apenas para identificadores LINKAGE SECTION variáveis. Além disso, ADRESS OF como um receptor deve ser nível 1 ou 77, e ADRESS OF como um remetente pode ser qualquer nível, exceto 66 ou 88.
  • z/OS depurador fornece uma constante hexadecimal que pode ser usado com o comando SET, onde o valor hexadecimal é precedido de um "H" e delimitados por aspas ( ") ou apóstrofos ( ').
  • Se DATA opção do comando PLAYBACK ENABLE estiver em vigor, você pode SET para atribuir um valor somente a uma variável de sessão. Não é possível atribuir um valor a uma variável de programa.
  • Se você estiver depurando um programa COBOL otimizado, SET para atribuir um valor a uma variável de programa somente se você SET WARNING OFF. A fonte ou o alvo do comando SET não pode referenciar uma variável que foi descartada pelo otimizador.

 

Exemplos:

  • Atribua o valor 3 a Inx1, O índice para Itm-1.

SET inx1 TO 3;

  • Atribua o valor de Inx1 para Inx2.

SET inx2 TO inx1;

  • Atribuir o valor de um endereço inválido (não-numerico 0) para Ptr e:

SET ptr TO NULL;

  • Atribua o endereço de one para Ptr.

SET ptr TO ADDRESS OF one;

  • Atribui o valor hexadecimal de '20000' para o ponteiro Ptr.

SET ptr TO H'200000';

 

A Historia do cobol

A Historia do cobol

COBOL significa Common Business Oriented Language, isto é, Linguagem Comum Orientada para o Comércio. O Cobol é um subconjunto de palavras da língua inglesa, ou seja, um número limitado de palavras inglesas sujeita a uma sintaxe própria. É uma linguagem que lida com problemas comerciais, envolvendo arquivos de dados de apreciáveis proporções (Seqüências/Vsam/Banco de dados DB2).   História: Criado por um comitê de investigadores de várias instituições civis e governamentais durante o segundo semestre de 1959. As especificações eram em grande parte inspiradas na linguagem de programação FLOW-MATIC inventada pela Grace Hopper - referida como "a mãe da língua COBOL." Em 8 de abril de...

Vagas

Em breve estaremos divulgando vagas de COBOL/CICS/DB2

Camisetas

IDENTIFICATION DIVISION

IDENTIFICATION DIVISION: Possui informações documentais, como nome do programa, quem o codificou e quando essa codificação foi realizada.    PROGRAM-ID nome do programa. (Obrigatório) AUTHOR nome do desenvolvedor. (Obrigatório) INSTALLATION nome da empresa ou local de geração do...

ENVIRONMENT DIVISION

ENVIRONMENT DIVISION: é a segunda divisão de um programa COBOL. Descreve o computador e os periféricos que serão utilizados pelo programa, fazendo ligação com o ambiente operacional onde o programa...

DATA DIVISION

DATA DIVISION: É a terceira divisão de um programa COBOL, descreve os arquivos de entrada e saída que serão usadas pelo programa. Também define as áreas de trabalho e constantes...

PROCEDURE DIVISION

PROCEDURE DIVISION: Contém o código que irá manipular os dados descritos na DATA DIVISION. É nesta divisão que o desenvolvedor descreverá a lógica do programa. Consiste em instruções executáveis ​​usando...

Comandos